Deforestación de la Amazonía, impactos ambientales y desafíos para la espiritualidad cristiana:

responsabilidad mundial para una ecología integral.

Palabras clave: Deforestación, Amazonía, Problemas ambientales, cristianismo y ecología, ecología integral

Resumen

Algo que impacta al medio ambiente impacta a todos. La deforestación de la Amazonía, un problema actual que afecta y destruye los ecosistemas y consecuentemente amenaza a la humanidad, ha crecido dramáticamente en los últimos años. Esta investigación analiza los motivos y las consecuencias del crecimiento de la deforestación de la Amazonía. Aborda las estructuras y articulaciones brasileñas e internacionales y la posición y la contribución de la Iglesia Católica, a partir de la espiritualidad cristiana, proponiendo una ecología integral, del cuidado de la Casa Común. Basada en la investigación bibliográfica y exploratoria sobre la deforestación de la Amazonía, primero busca identificar los motivos del crecimiento y las consecuencias de las derribadas y quemadas en la Amazonía, para luego evaluar las decisiones tomadas a nivel nacional e internacional para disminuir la deforestación o neutralizar sus efectos. Por último, se considerarán la importancia de los llamamientos y la seriedad de los compromisos, acuerdos y metas y los caminos señalados para la protección de las florestas; en especial el posicionamiento del Papa Francisco para la preservación de la Amazonía y de la vida en el planeta. Los "gritos de la tierra" desafían al cristianismo a contribuir al desarrollo y la sustentabilidad ecológica integral y brindan oportunidades para el rescate de espiritualidades más coherentes con el Dios de la Vida.

Biografía del autor/a

Luiz José Dietrich, PUCPR Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutorado em Ciências da Religião – Bíblia, pela Universidade Metodista de São Paulo (2002). Realizou estágio Pós Doutoral junto ao Near Eastern Languages & Cultures Department; da UCLA – University of California, Los Angeles, em diálogo com o Professor William Schniedewind. É Professor Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUC PR, campus Curitiba – PR, e vice-presidente da ABIB - Associação Brasileira de Pesquisa Bíblica; é também Assessor Nacional do CEBI- Centro de Estudos Bíblicos, e do CBV- Centro Bíblico Verbo.

Nadi Maria de Almeida, PUCPR Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutoranda em teologia com foco em Missão, pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR. Possui Mestrado em Teologia com foco em Missão pela PUCPR. Especialização em Metodologia do Ensino superior, pelo Centro Universitário Internacional – UNINTER. Bacharelado em Teologia pelo Centro Universitário Filadélfia (UNIFIL), Londrina PR. Licenciatura em Ciências Religiosa – PUCPR. Bacharelado em Relações Internacionais, pelo Centro Universitário Internacional - UNINTER. Graduação no exterior: Especialização em Missão pela “Catholic University of Eastern Africa” (CUEA) no Quênia. Bacharelado em Teologia pela “Catholic University of Eastern Africa” (CUEA) no Quênia.

Citas

Adeodato, Sergio. Amazônia a floresta assassinada: falta muito pouco para matá-la de vez. São Paulo: Mostarda, 2006. Consultado em 2 outubro, 2018. http://portalamazonia.com.br/amazoniadeaz/interna.php?id=839.

Amazônia de A a Z. «Amazônia não é pulmão do mundo». Autor não especificado. Consultado em 2 outubro, 2018. http://portalamazonia.com.br/amazoniadeaz/interna.php?id=839.

Ambiente Brasil. «A Amazônia não é o pulmão do mundo». Consultado em 11 abril, 2019. http://ambientes.ambientebrasil.com.br/amazonia/floresta_amazonica/a_amazonia_nao_e_pulmao_do_mundo.html.

Andrade, Thales de. «Inovação Tecnológica e Meio Ambiente: A construção de novos enfoques». Ambiente & sociedade, Vol. VII (2004): 89-99. Consultado em 12 novembro, 2018. http://www.scielo.br/pdf/asoc/v7n1/23538.pdf.

Baldisseri, Lorenzo. «Comenta o Documento Preparatório sobre a assembleia sinodal de 2019». Apresentado em 08 junho, 2018 na Sala de Imprensa da Santa Sé - a Amazônia no coração da Igreja. Consultado em 01 fevereiro, 2019. https://www.youtube.com/watch?v=3pOQHKG0eOY.

Brito, Débora. «Desmatamento na Amazônia cresce 29% em um ano». Repórter da Agência Brasil, Edição de Lídia Neves 30 novembro 2016. Consultado em 07 novembro, 2018. http://agenciabrasil.ebc.com.br.

Boff, Leonardo. Ecologia: Grito da Terra e grito dos pobres. São Paulo: Editora Ática, 1996.

Brasil, Kátia. «Por trás da alta das queimadas está o desmatamento, que aumentou 88% no Amazonas». Reportagem publicada por Amazônia Real, 11-11-2015. Consultado em 11 novembro, 2018. http://www.ihu.unisinos.br/169-noticias-2015/548981-por-tras-da-alta-das-queimadas-esta-o-desmatamento-que-aumentou-88-no-amazonas.

Commoner, Barry. The closing circle. New York: Bantam Books, 1974.

Cardoso, Delmar. «Ecologia integral». Editorial. Pensar-Revista Eletrônica da FAJE 1, Vol. 7 (2016): 1-4. Consultado em 01 fevereiro, 2019. file:///C:/Users/Usu%C3%A1rio/Downloads/3519-Texto%20do%20artigo-12095-1-10-20161212.pdf.

Calixto, Bruno. «O desmanche ambiental do governo Temer: Para ganhar apoio no Congresso, o presidente sacrifica salvaguardas ambientais do país, acelerando o retrocesso dos últimos anos». Revista Época 8 (2017). Consultado em 01 fevereiro, 2019. https://epoca.globo.com/ciencia-e-meio-ambiente/blog-do-planeta/noticia/2017/09/o-desmanche-ambiental-do-governo-temer.html.

Conselho Episcopal Latino-Americano. Documento de Aparecida, Texto Conclusivo da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e Caribe. São Paulo: Paulus, 2008.

Costadoat, Jorge. «Dios habla hoy. En busca de un nuevo modo de entender la revelación». Fraciscanum 169, Vol. 60 (2018): 171-202.

Cristaldo, Heloisa. «Amazônia perde 7.989 km² de floresta, maior desmatamento desde 2008». Repórter da Agência Brasil. 9 janeiros, 2017. Consultada em 01 abril 2019, http://agenciabrasil.ebc.com.br/print/1061166.

Dantas, Carolina. «Desmatamento na Amazônia cresce 13,7% entre 2017 e 2018, dizem ministérios». Reportagem do dia 23 outubro 2018, 1-4. Consultado em 01 abril 2019. https://g1.globo.com/natureza/noticia/2018/11/23/desmatamento-na-amazonia-cresce-137-entre-2017-e-2018-dizem-ministerios.ghtml.

Dietrich, Luiz José. «Pautas para uma Hermenêutica Ecológica. A solidariedade abarcando todas as formas de vida». Revista Encontros Teológicos 1, Vol. 22 (2007): 77-88.

Comissão Episcopal para a Amazônia Rede Eclesial Pan-Amazônica – REPAM BRASIL. Documento Preparatório. «Amazônia novos caminhos para a igreja e para uma ecologia integral». Brasilia: Edições CNBB, 2018. Consultado em 22, janeiro, 2019. http://redamazonica.org/folleto-portugues/.

Fachin, Patrícia. «Desmatamento é consequência. Pecuária bovina é causa». IHU On-Line. Revista do Instituto Humanitas Unisinos 311, Vol. 19 (2009). Consultado em 12 janeiro 2019. http://www.ihuonline.unisinos.br/index.php?option=com_content&view=article&id=2868&secao=311.

Farias, Talden. «A reserva legal ambiental no novo código florestal». Consultado em 20 de agosto de 2019. https://www.conjur.com.br/2019-jul-06/reserva-legal-ambiental-codigo-florestal.

Fernandez, Viviane; Machado, José Saldanha; Soares, Mario Luis Gomes. «O Mecanismo de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REDD) em Manguezais e o Atual Processo de Formulação de uma Política Pública Nacional». VI Encontro Nacional da Anppas 18 a 21 de setembro de 2012 Belém-PA–Brasil, 2012. Consultado em 16 julho, 2018. http://www.anppas.org.br/encontro6/anais/ARQUIVOS/GT7-1203-1075-20120627112902.pdf.

Francisco. «Carta Encíclica: Laudato Si: Sobre o cuidado da casa comum» (2015). Consultado em 01 fevereiro 2019. http://w2.vatican.va/content/dam/francesco/pdf/encyclicals/documents/papa-francesco_20150524_enciclica-laudato-si_po.pdf.

Garmus, Ludovico. «Bíblia e ecologia - Aspectos fundamentais (Gn 1-11)». Revista Grande Sinal XLVI (1992): 275-290.

Jornalismo Ambiental ((O)) ECO. «Entenda o que é REDD». Categories: Dicionário Ambiental. 20 janeiro (2014). Consultado em 01 fevereiro, 2019. https://www.oeco.org.br/dicionario-ambiental/27940-entenda-o-que-e-redd/.

Instituto Humanitas Unisinos. «Brasil liderou desmatamento de florestas primárias no mundo em 2018», (2019): 1-5. Consultado em 01 fevereiro 2019. http://www.ihu.unisinos.br/588638-brasil-liderou-desmatamento-de-florestas-primarias-no-mundo-em-2018-mostra-relatorio.

Leite, José Correa. «Controvérsias na climatologia: o IPCC e o aquecimento global antropogênico». Scientiæ Zudia 3, Vol. 13 (2015): 643-677.

Lorenzetti, Julia Vaz y Carrion, Rosinha Machado. «Governança ambiental global: atores e cenários». Cadernos EBAPE.BR 3, Vol. 10 (2012): 721-735. Consultado em 02 junho, 2018. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512012000300014&lng=en&nrm=iso.

Messias, Jalília. «Desmatamento na Floresta Amazônica cresceu 30% em 2016». Consultado em 01 abril, 2019. http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2017/01/desmatamento-na-floresta-amazonica-cresceu-30-em-2016.htm.

Ministério do Meio Ambiente. «Acordo de Paris». Consultado em 12 maio, 2019. http://www.mma.gov.br/clima/convencao-das-nacoes-unidas/acordo-de-paris.

Nandi, Domingos Volney. «Os temas ecológicos nas Campanhas da Fraternidade». Encontros Teológicos 72, Ano 30, n. 3 (2015): 27-36. Consultado em 03 março, 2019. https://facasc.emnuvens.com.br/ret/article/viewFile/27/23.

Paiva, Bianca. «Amazonas lança programa de combate ao desmatamento na floresta amazônica». Publicado em Agência Brasil - Últimas notícias do Brasil e do mundo EBC, Edição: Massali, F. no dia 08 fevereiro, 2017, acesso em 01 abril 2019, http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-02/amazonas-lanca-programa-de-combate-ao-desmatamento-na-floresta-amazonica.

Pena, Rodolfo A. «Desenvolvimento sustentável». Brasil Escola. Consultado em 16 julho 2018. https://brasilescola.uol.com.br/geografia/desenvolvimento-sustentavel.htm.

Portal Brasil. «Compromisso voluntário do Brasil». 17 outubro de 2011 última modificação 28 de julho 2014. Consultado em 02 abril, 2019. http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2011/11/o-compromisso-voluntario-do-brasil.

Portal Brasil. «Projetos de energia renovável na Amazônia serão financiados pelo BNDES». Energia limpa. 15 março 2017. Consultado em 02 abril, 2019. http://www.brasil.gov.br/infraestrutura/2017/03/projetos-de-energia-renovavel-na-amazonia-serao-financiados-pelo-bndes.

Portal de Pesquisas Temáticas e Educacionais. «Causas do desmatamento». Consultado em 11 junho, 2018. http://www.suapesquisa.com/desmatamento/causas.htm.

Portal de Pesquisas Temáticas e Educacionais. «Desmatamento da Floresta Amazônica». Consultado em 11 junho, 2018. http://www.suapesquisa.com/geografia/desmatamento_floresta_amazonica.htm.

Portal de Pesquisas Temáticas e Educacionais. «Protocolo de Kyoto: O que é, objetivos, ações». Consultado em 04 abril 2019. http://www.suapesquisa.com/geografia/protocolo_kyoto.htm.

Prada, Paulo. «Brasil retrocede em leis federais de proteção à Amazônia. G1 online». Rio de janeiro, 10 agosto, 2012. Consultado em 15 agostos, 2019. http://gl.globo.com/natureza/noticia/2012/08/brasil-retrocede-em-leis-federais-de-protecao-amazonia,html.

Proposta para um Sistema de Indicadores de Desenvolvimento Sustentável. «Direção Geral do Ambiente Direção de Serviços de Informação e Acreditação». Gomes, Maria Leonor; Marcelino, Maria Margarida; Espada, Maria da Graça. Consultoria exterior: Ramos, Tomás; Rodrigues, Valdemar. Amadora: Enclave - Publicidade e Marketing, 2000. Consultado em 01 janeiro, 2019. file:///C:/Users/Usu%C3%A1rio/Downloads/sids_pdf_2000.pdf.

Rede Eclesial Pan-Amazônica «REPAM-Brasil. Tecendo redes em defesa da nossa Casa Comum». Consultado em 23 janeiro, 2019. https://repam.org.br/?page_id=863.

Reimer, Haroldo. Toda a Criação – Bíblia e Ecologia. São Leopoldo: Oikos Editora, 2006.

Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos. Instrumentum Laboris do Sínodo Amazónico (2018). Consultado em 20 agosto, 2019. http://www.sinodoamazonico.va/content/sinodoamazonico/pt/documentos/instrumentum-laboris-do-sinodo-amazonico.html.

Silva Junior, Orleno M. «Empreendimentos de geração hidrelétrica na Amazônia: desmatamento em áreas de uso restrito e gestão de áreas protegidas». Tese de Doutorado, Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação E Pesquisa de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2018. Consultado em 17 agosto, 2019. http://www.ppe.ufrj.br/images/publica%C3%A7%C3%B5es/doutorado/Orleno_Marques_da_Silva_Junior.pdf.

Sioli, Harald. Amazonas. Fundamentos da ecologia da maior região de floresta tropicais. Petrópolis: Vozes, 1985.

Smith, Bernard. The Amazon Rain Forest. London: Clare Gray Publishing Services Ltda, 2007.

Soares, Ilmar. Problemas contemporâneos da Amazônia. Belém: Unama, 2005.

Sobrino, Jon. «“Los signos de los tiempos” en la teología de la liberación». Estudios eclesiásticos 64 (1989): 249-269.

Souza, Oswaldo B. «Desmatamento na Amazônia explode entre 2015 e 2016». Instituto Socioambiental. Notícia do dia 29 de novembro de 2016. Consultado em 08 abril, 2019. https://www.socioambiental.org/pt-br/noticias-socioambientais/desmatamento-na-amazonia-explode-entre-2015-e-2016.

Viola, Eduardo. «O regime internacional de mudanças climáticas e o Brasil». RBCS 50, Vol. 17 (2002): 25-46.

Viola, Eduardo y Basso, Larissa. «Da para acreditar nas metas do Brasil? Especial para o Observatório do Clima. 2015». Consultado em 08 abril, 2019. http://www.observatoriodoclima.eco.br/da-para-acreditar-nas-metas-do-brasil/.

Viola, Eduardo y Franchini, Matías. «Os limiares planetários, a Rio+20 e o papel do Brasil. Planetary boundaries, Rio+20 and the role of Braz». Cadernos EBAPE.BR 3, Vol. 10 (2012): 471-491. Consultado em 10 abril, 2019. http://www.redalyc.org/html/3232/323227835002/.

White, Jr. Lynn. «Raíces históricas de nuestra crisis ecológica (1967)». Revista Ambiente y Desarrollo 23, (2007): 78-86.

Vargas, Fábio A. «Análise crítica dos potenciais impactos ambientais derivados das alterações do Código Florestal Brasileiro em 2012». Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Centro de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia. Francisco Beltrão, 2018.

Publicado
2020-04-10